segunda-feira, outubro 12, 2009

de mim

um post sem cartoons... sobre mim...

Desde que o Gil nasceu que a minha (a nossa) vida é feita à volta dele... com o diagnóstico de esclerose múltipla tive (e tenho) de pensar mais em mim...

Gosto de fazer tudo admito... que grande parte das coisas em casa eram feitas por mim porque eu queria, e com o Gil a mesma coisa... agora o maior ajuste da minha vida (e o mais complicado) é o delegar essas coisas para o Pedro... sei que ele é perfeitamente capaz... se calhar até mais do que eu... mas continuo a ter de dizer a mim própria todos os dias para ir contra os meus instintos e deixar as coisas para ele fazer... e por vezes esqueço-me... confesso... mea culpa... mas é difícil... No entanto acho que aos poucos estou a melhorar (dos meus impulsos de arrumar tudo e mais alguma coisa)... já é alguma evolução!

8 comentários:

Dinastia FilipiNHa disse...

Não deve ser nada fácil, abdicar de tantos hábitos... Mas vais conseguir!!

Beijinhos!

Inês Carlos disse...

Por mais díficil que seja tens mesmo que consiguir! Afinal é para teu bem!!! e o que queremos é que estejas sempre bem..
Beijinhos:)

liliana disse...

Depois de algum tempo ausente, confesso que não é fácil chegar aqui e ler este diagnóstico. Acredito que, sendo tu uma pessoa activa (pelo menos é o que parece), não deva ser fácil teres de te privar. No entanto, bem sabes que é o melhor para ti...
Venho dar-te muita força deste lado...
Um grande beijinho

Cláudia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cláudia disse...

É uma nova etapa da tua vida, em que vais ter que ser mais paciente. E tens um lindo para te ajuindo menino e um grande marido para te ajudarem a superar tudo...

Beijo muito grande

Pinguina disse...

Eu também sou (era) assim, nao gosto de delegar as tarefas de casa e da Joana mas quando nao podemos, nao podemos... e depois é mais saudável se forem partilhadas!Aprendi isto durante a gravidez e depois e da Joana nascer, nos períodos em que precisei de mais repouso. Aprendi a dar valor ao que é mais importante e menos a coisas menos relevantes. E neste momento a tua saúde é mais importante!

Pó de Arroz disse...

Devagarinho para que possas continuar a ser tu mesma sem teres depois consequencias piores... a tua força parece ser enorme e bonita e por isso vais conseguir!

Beijinhos grandes e as tuas melhoras!

Mariana disse...

Não deve ser nada fácil, não senhora. Felizmente, os seres humanos - principalmente as mulheres - conseguem habituar-se às novas circunstâncias e tirar o maior partido disso.
Continuação das melhoras :)