sexta-feira, setembro 24, 2010

ser cientista...

... em Portugal....

Pelo menos o meu ponto de vista...

É difícil? Sim é!
A incerteza de financiamentos... a hipocrisia e burocracia desse próprio financiamento, pois só existe uma única instituição de financiamento... a tão falada Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT)...

Mas não só... a cultura dos Senhores Professores Doutores... que quando passam quase todos têm de lamber o chão... e que felizmente está a começar a ser diluída com o regresso de alguns (ainda poucos) "cérebros" portugueses que estiveram a fazer investigação científica fora do país...

Há quem pergunte se me arrependo de ter voltado... sinceramente não!
Já sabia que ia ser difícil e que nada na vida que vale a pena ter é feito sem esforço... sim existem mais oportunidades no Reino Unido, na Alemanha, nos Estados Unidos... mas... Bolas! Sou portuguesa, e se todos aqueles que querem fazer ciência em Portugal, voltassem para o estrangeiro ao mínimo contra-tempo, então aí é que nada se muda...

Não sei se vou conseguir a bolsa no recurso... o meu orientador pensa que sim, mas também pensava que eu teria logo a bolsa e que eu não ia ter de andar neste "bailado"... mas vou tentar... não vou desistir... porque sei que sou das poucas pessoas no mundo (infelizmente!) que faz o que gosta e o que sempre sonhou fazer...

Por isso tenho sorte... e quem sabe se a sorte não chega às bolsas da FCT... ou ao boletim do euromilhões...

A girl can dream... a girl can dream....

7 comentários:

pedro disse...

:) o teu melhor post, gostei...

you go girl...

Pinguina disse...

Ainda bem que há gente a pensar como tu! É muito fácil criticar mas é muito difícil mudar algo. É preciso acreditar e ter coragem, força :o)

Anónimo disse...

Admiro a tua coragem. Também eu fui bolseira durante 8 anos (precisamente na área da Bilogia Molecular e não só), também eu não quis ir para fora. Mas rendi-me às evidências e acabei por sair desse meio. Mas não me arrependo, porque neste momento estou também no I&D mas numa Industria Alimentar. Mas se é isso que queres continua nessa persistência e pensa que se não te quiserem dar valor, fora desse meio irás conseguir também fazer muito que te realize. Beijinhos e boa sorte

Tina

Cláudia disse...

VAis conseguir

gralha disse...

É mesmo difícil, és muito corajosa. Ainda por cima os cientistas não são reconhecidos por quase ninguém e ainda têm de ouvir bocas que vivem à custa de quem "trabalha" (i.e. tem um emprego privado). Mas acho óptimo a tua persistência e desejo-te muita sorte! Sabe Deus o que me custa ter de ter vindo para os EUA para o Luís continuar a fazer ciência... Eu própria desisti logo à primeira nega da FCT e já nem me meti no doutoramento. Beijinhos!

Inês Carlos disse...

Tenho a certeza que vais conseguir! Lutadora como tu és, se n for desta (que espero sinceramente que seja) será na próxima!
Beijinhos e boa sorte :)

Sofia disse...

pois. olha, eu fui uma das que desistiu. e nao estou em portugal... adorava o que fazia, mas de facto cansei-me da vida de cigana, dos contratos a prazo, da falta de reconhecimento e da lenta ascencao na carreira. e do excesso de politica que acabou por implicar com a essencia do trabalho que fazia.
coragem!!! espero que a tua persistencia seja recompensada, pois ha pessoas que realmente nasceram para fazer investigacao. Eu nao sou uma dessas, mas pelo que dizes acho que tu es...
bjs