terça-feira, dezembro 07, 2004

Mais um dia, menos um dia...

Pois é, mais um dia que se passou e menos um dia que falta para ir de férias... Mal posso esperar... de certeza que estou a ser muito chata sempre a bater na mesma tecla, mas é difícil não falar de algo que está no meu pensamento durante uma parte tão grande do dia... mas vou falar de outra coisa...
Hoje os meus pais voltaram de uma viagem de sonho às ilhas Maldivas na qual comemoraram os 50 anos do meu pai... ai que inveja... quem me dera... O meu pai ligou-me à hora de almoço a dizer que tinham chegado bem... e que a viagem tinha corrido muito bem, depois de um precalço inicial...coisinha pequena dizia ele. Afinal (não, não havia outra! ;)) o pequeno precalço tinha sido só o meu pai ter sido cortado por um animal marinho (já não me lembro qual) e teve que levar pontos...
Esta situação fez-me pensar... Hoje já sei que se alguém estiver doente em minha casa em Portugal só existe uma pessoa que me vai avisar: a minha irmã, pois eu posso gritar pelo telefone, que só irei ouvir que está sempre tudo bem ("É para tu não ficares preocupada" dizem eles...) ora o que isto faz é que sempre que sinto uma vozinha mais tristinha ao telefone começo logo a pensar que o pior aconteceu... Mas depois penso também que eu faço um pouco do mesmo... uma grande gripe, é sempre uma constipaçãozinha que já está a passar, uma grande infecção de rins, são só umas dorzinhas nos rins, e por aí adiante... Isto é um círculo vicioso... Será que também acontece às outras pessoas que estão longe da família ou é só mesmo a minha família de malucos?
Bem seja como for ao que parece agora está tudo bem... e em breve também os vou ver e verificar por mim (só faltam 9 dias!!). Preciso que me desejem sorte para amanhã pois vou fazer umas experiências no laboratório, que são bastante importantes e as últimas antes de ir de férias... espero que corram bem e não as tenha de repetir...
Muitas beijocas para todos... tenham uma óptima quarta feira e até amanhã...

Ana

3 comentários:

Ana Rangel disse...

Não... não te acontece só a ti!!! A mim também... e com isto não estou a dizer que a minha família não é maluca (porque é!), mas acho que fazem isto com o intuito de não nos preocuparem. O que não conseguem, porque acabámos por pressentir e ficar ainda mais preocupadas. Isto acontece-me a toda a hora, porque o meu avô e uma tia que me é muito querida estão doentes... :-(

Muito boa sorte com a tua experiência... vou estar a torcer por ti!!! ;-)
Beijinhos!!!

Ana disse...

Ufa... pensava que era só a minha maluquice... Ana, espero que a tua tia e o teu avô fiquem bem rapidamente, eu também sei o que custa saber que pessoas de quem gostamos não estão bem e não podermos estar ao seu lado...

JOANA disse...

Oi... Eu não tenho muita ligação com familiares, a minha família é pequena... Por isso sempre que acontece alguma coisa mais grave sabe-se logo... Mas também, na minha opinião, já é normal quando alguém nos pergunta como estamos, a nossa resposta é sempre:"Está tudo bem!"...
E espero que corra tudo com a tuas experiências na faculdade, e depois mal saibas diz se correram bem!!!
Beijokas... ;)