terça-feira, março 01, 2005

De volta ao meu território

Olá a todos...
Assim como podem ler no título do post estou de volta ao meu território, ou seja ao laboratório... eu gosto muito de estar ao computador a conversar com os amigos no MSN, mas o stress de ter de escrever e não ter inspiração já me estava a deixar stressada... agora estou muito melhor se bem que ainda é só em "part-time"... metade do dia no lab e a outra metade no escritório... mas é melhor que nada...
Ontem acabei por escrever o email para o senhor da empresa farmaceutica mas não o mandei... estava com os animos um bocado exaltados e não fui muito simpática no email... e ainda bem que o fiz.. hoje quando reli o mail percebi que estava a ser pouco inteligente... sendo assim re-escrevi o mail, com um tom mais pausado, e deixando no ar a ideia que se eles quiserem que eu faça testes ao produto deles, estão à vontade para financiar um estudo a começar no final do meu doutoramento... acho que assim fui capaz de lhes dizer que as coisas não se fazem como eles fizeram e ao mesmo tempo deixar a deixa para um futuro contrato... que acham?
De resto está tudo mais ou menos na mesma...continua muito frio, mas não neva... hoje decidiu chover a sério... mas mesmo comigo a queixar-me da chuva que eu acho que é muita, este inverno tem sido particularmente seco... e existe o perigo de seca para aqui também... vamos ver como vai ser o verão...
Bem agora vou trabalhar mais um cadinho para depois ir jantar e descansar para recuperar as minhas forças para amanhã!
Jokas a todos
Ana

7 comentários:

dinorah disse...

Acho que fizeste muito bem em alterar a primeira versão do mail! Nada de seres abusada, mas também não deves por de parte hipóteses futuras!!

Aqui também está muito frio, pelo menos no norte do pais! Tou enrolada num edredon e com o aquecedor aos pés! brrr!
beijinhos

rita disse...

estive a ler (na diagonal) o teu abstract sobre o mel e adorei!!
fiquei curiosa! e a minha mãe ainda vai ficar mais qd lhe contar!! é que ela é doida pela medicina tradicional! ela e as couves,o alho,a cebola,etc... sempre que alguém fica doente com algo aí vai ela aos livrinhos descobrir a receita!!!!
e eu ainda vou experimentar qd tiver uma ferida! eu tenho alguma dificuldade a cicatrizar... tal a doçura ajude!!
mil beijocas quentinhas!

JOANA disse...

Nada melhor que andar com os olhitos postos no futuro... ;)
Eu fui a n.º 2004! Quem foi a n.º 2000 que se acuse! :P

Costinhas disse...

Acho que o bom senso imperou por esses lados!

O que é feito a quente em geral não dá bons frutos!

Beijinhos
Sandra

PS: Tenho de ir espreitar sobre o que a ursinha está a falar... fiquei curiosa!

Costinhas disse...

Já fui ler. Fiquei impressionada! Não fazia a mínima ideia!

Espero que não demore muito a aparecer soluções idênticas aqui em Portugal. Quanto menos antibióticos melhor!

Beijinhos
Sandra

bekas disse...

Olá Ana
ainda bem que dormiste sobre o assunto e não agiste impulsivamente. Eu quando tinha a tua idade (heheheh) era o que eu fazia e às vezes os resultados não eram os melhores. Agora já ou mais ponderada e nunca tomo nenhuma decisão enquanto tenho o "sangue a ferver".
O artigo do mel já tinha lido qd me deste o link do GAIF.Muito interewssante, indeed ;)
Beijinhos e bom regresso aos tubos de ensaio :)))

Someone Here disse...

Pois é Ana às vezes convém pensarmos duas vezes andes e fazermos uma coisa (se bem que nem sempre é fácil)! Vais ver que eles vão perceber a ideia. Beijocas e bom regresso ao laboratório!