terça-feira, janeiro 20, 2009

Temas dificeis: amamentação e noites

Ontem da nossa consulta viemos muito orgulhosos... o Gil já pesa 5.040Kgs e mede 56 cms... não admira que a maioria do bodys interiores dele já estivessem a ficar pequenos...

A médica elogiou-me por conseguir manter o ritmo de amamentação do Gil...

A amamentação sempre foi algo que idealizei... que seria o ideal... no incio foi dificil entrarmos num esquema eu e o Gil, mas neste momento já não há problemas...

Neste momento o Gil mama de 2 em 2 horas apartir das 8 da manhã... até mais ou menos às 10 da noite... aí faz 1 intervalo de 4 horas, depois outro de 3 horas (às vezes, raramente faz outro de 3 horas depois) e depois entra no ritmo diurno e mama de 2 em 2 horas...

É muito bom saber que ele está a crescer bem com o leite materno em exclusivo... mas tenho que admitir que é muito cansativo para mim... a pediatra deu-me os parabéns porque segundo ela a maioria das mães não aguenta 2 meses com este ritmo...

Eu já entrei na rotina... tenho alturas em que me sinto mais cansada, algumas em que me sinto sozinha... no fundo passo 1 terço do meu dia a amamentar e mudar a fralda... outro terço se tiver sorte passo-o a dormir (ou dormitar)... e o resto do tempo a entrete-lo com alguns tempinhos para mim (tomar banho, comer, vir ver os emails etc)...

Já senti inveja das mães cujos bebés mamam de 4 em 4 horas... que dorme 6 e 7 horas seguidas por noite... cujos bebés dormem sestas durante o dia (neste momento o Gil não dorme quase nada durante o dia... 30 minutos no total no máximo)... por outro lado sei que os laços afectivos que estou a criar com o meu filho são fortes... e isso vale a pena... nas altura menos boas, em que me sinto mais cansada, acho que é isso que me faz continuar... isso e a ideia de que ao crescer ele vai também começar a fazer intervalos maiores entre mamadas... pois já com esta idade adora brincar e tem de ter tempo para a brincadeira...

Com este ritmo de mamadas, as noites são passadas aos soluços... dorme, acorda, dorme, acorda... mas apesar de tudo não me posso queixar muito, na maioria das noites adormece rápido e sem grande conversa ou colo... e deixa-me ir dormir também...

Para mim estas são as coisas mais dificeis destes 2 meses... claro que o ver chorar com dores de cólicas me parte o coração... mas acho que ultrapasso isso mais facilmente do que o cansaço que por vezes sinto em relação ao nosso dia a dia...

Apesar de tudo vou fazer tudo por tudo, para fazer alimentação exclusiva com leite materno até aos 6 meses pelo menos... quero dar ao Gil o melhor começo possivel e os beneficios da amamentação, sem duvida que ultrapassam o cansaço ou as duvidas que por vezes se instalam...

Anyway... não fiquem a pensar que estou triste ou em baixo... achei que seria a melhor altura para dar o meu testemunho sobre estes temas... estou feliz... contente, e nem sequer penso em deixar de amamentar... mas na maternidade nem tudo são rosas e se este blog tem registado muitas das coisas boas, os espinhos também tinham de estar registados...

7 comentários:

Monisha disse...

Gostei muito de ler este teu testemunho...
Tambem tenho intenções de dar de mamar o maior tempo possivel e apesar de saber que não é facil, o relato de quem vive esse momento ajuda-nos a ter uma noção mais real das coisas...

Espero conseguir ter a tua força para não desistir nos momentos menos bons, mas que certamente terão nos trazem compensações.

bjokas

Segundo Olhar disse...

Realmente nunca tinha visto as coisas bem por esse prisma e eu tenho o exemplo da minha irmã. Pelo que sei o acto de amamentar é o momento mais bonito e íntimo que uma mãe tem com um filho.

E acredito que esse amor é superior, mesmo que às vezes o cansaço seja mesmo muito forte.

Tu consegues!

Beijocas grandes

Claudia Capela disse...

Pois, apesar do Afonso dormir 7 a 8 horas seguidas durante a noite, durante o dia também quer mama de 2 em 2 horas. E também não dorme nada durante o dia, e quer imensa atenção, mas estes são os nossos momentos, e é tão bom telos ali...

E como tu dizes, eles crescem, e depois só querem brincar, e até acho que vamos sentir saudades destes tempos :)

beijinhos

Claudia Capela disse...

Pois, apesar do Afonso dormir 7 a 8 horas seguidas durante a noite, durante o dia também quer mama de 2 em 2 horas. E também não dorme nada durante o dia, e quer imensa atenção, mas estes são os nossos momentos, e é tão bom telos ali...

E como tu dizes, eles crescem, e depois só querem brincar, e até acho que vamos sentir saudades destes tempos :)

beijinhos

Anónimo disse...

Infelizmente nem tudo é como nós queremos ou idealizamos... apesar de o meu leitinho ser fraquinho e não satisfazer a princesa continuo a insistir e ainda consigo ter leitinho para o inicio da sua refeição...
Parabéns e como eles crescem depressa!

Po de arroz

Gambozina disse...

O que interessa é que conseguiram acertar os vossos ritmos e que agora está tudo a correr bem. Cansativo mas produtivo. Isso é muito bom. E obrigada pela tua partilha, porque de facto é importante compreender e aceitar que nem tudo corre como nós planeamos. E que somos nós que temos que nos adaptar às situações que vão surgindo (e não o contrário).
Beijinhos!

Margarida Atheling disse...

Nem de propósito; estou a dar de mamar à M. agorinha mesmo (e a escrever devagarinho só com uma mão, claro)! :)

E sim, eles consomem-nos o tempo e a atenção, mas acho que nada vale mais a pena. Por eles e por nós.

Bjs!